quinta-feira, 18 de outubro de 2007

As madrugadas dos tugas





Anda-se a passar na TV portuguesa um fenómeno que me parece alheio à blogosfera, assim venho por este meio prestar o meu servicinho de interesse público. O que vos quero deixar aqui é muito grave, os dois maiores canais de televisão portuguesa andam a fazer uma efectiva lavagem cerebral aos portugueses. Das três da manhã às quatro é emitido na televisão, o que eu diria, ser a miséria da programação da televisão nacional, talvez ficando atrás, da “Família Superstar” e daquele dos casamentos que prezo não conhecer o nome ao certo…
O formato destas duas pérolas, o “Toca a ganhar” e o “Quanto o telefone toca” (tenho orgasmos múltiplos), passa por ter, cerca de meia dúzia de apresentadores (um de cada vez graças a Deus) a “encher chouriços” durante uma triste hora, dizendo disparates de todo o tamanho através de impressionantes calinadas na língua mater. Na TVI, as apresentadoras esforçam-se por se colocar em frente às câmaras em posições que revelem o melhor das suas silhuetas, implorando com gritos histéricos aos telespectadores (desequilibrados pelas insónias, naturalmente) que liguem para ganharem umas centenas de euros. Às vezes, o desespero é tanto, que as meninas, por entre goladas de água, conseguem guinchar ainda mais alto dizendo que daquela vez, o valor da resposta vale o dobro. Mas, aqui confesso, que também eu, numa noite de insónias e, sem companhia, quase me deixava levar por aqueles “berros da sereia”… mas um laivo de razão demoveu-me… (obrigada paizinho e mãezinha por terem investido na minha formação intelectual)
Mas quando eu pensava que pior era difícil, mudei de canal, e a Sic, generosamente, brindou-me com um espectáculo ainda mais deprimente. O Quimbé, apresentador desta vergonha, também estava a “encher chouriços” durante a mesma hora. Agora, caro leitor, a diferença entre o Quimbé e as “meninas bonitas da TVI” reside na sua total ausência de beleza e pior no estilo de apresentação a fazer lembrar o João Baião no saudoso Big Show Sic. Ora, tendo em consideração o avançar das horas em causa, estou convencida que os efeitos desta “excelente programação” se vão fazer sentir a qualquer momento. Por favor, acautelem os mais pobres de espírito…

3 comentários:

Mila disse...

Concordo plenamente e já tinha comentado com amigos que esses dois programas erótico-inúteis são do pior da nossa televisão!!!

Mabides disse...

Mais uma vez estou de acordo... Porém acho que este assunto devia ser levado a sério, e por isso deveríamos discutí-lo ao nivel da qualidade do programa, tipo:Cometários a dobrar!!Você escreve um e aparecem dois, assim o blog fica mais concorrido e parece que mais pessoas se preocupam com a tv "interactiva"!Só não concordo com uma coisa...o Quimbé apesar de cromo vá, muito cromo, é bem melhor que as duas bimbas da tvi juntas e com dois telefones!Adoro a cena das pistas delas especialmente coisas do género:Oh...esta é tão fácil!Eu rompi a minha blusinha e para arranjar vou a uma costureir...! Vá lá é tão fácil!e então liga um postal a dizer:cabeleireira?!
Bjs adorei o texto!

Crestfallen disse...

Já tinha ouvido falar dessa nova moda em Portugal. Na verdade assim que cheguei à Alemanha e vi esses programas, "pensei, em Portugal ainda não se lembraram disto", passados 2 anos é o que se vê.

Estes programas são uma mina de ouro. Os prémio aqui na Alemanha chegam a atingir os 8.000 Euros por resposta com a hipotese de um Jackpot de 50.000 euros e um Porsche.

A questão é que por cada 8.000 euros que dão encaixam perto de 50.000 só em chamadas ou sms.