quinta-feira, 7 de fevereiro de 2008

Mission Beach & Cairns_ Austrália

Saídos das Whitsundays, desembarcámos em Arlie Beach, onde só tínhamos autocarro às duas da manhã para Mission. Habituados a que às 11 da noite já era muito tarde para quem às sete da manhã andava de mochilas costas, decidimos arranjar um sítio para dormir um bocado e guardar as mochilas. Encontrámos um Backpacker dentro daquilo que queríamos pagar por duas ou três horas de sono. Estávamos tão relaxados por encontrar um sítio para descansar por pouco dinheiro que, nem insistimos em conhecer o quarto! Mas devíamos… quando subimos o que encontrámos, era pior do que vocês podem imaginar! Um quarto que parecia uma cela de Alcatraz, sem janelas, nem ar condicionado, só uma ventoinha preguiçosa. Um tapete persa a disfarçar a falta de soalho, duas camas de ferro a desintegrarem-se e baratas castanhas a vaguear pelas paredes. Foi o ponto mais baixo da viagem… O Mabides roncava solenemente até que eu o acordei à uma da manhã toda transpirada a dizer que estava no banco da rua, à espera dele… já não aguentava mais aquela tortura! Ninguém merecia aquilo…
Fomos para a paragem da Greyhound, não havia ninguém nas ruas, só os bichos australianos, confesso que estava com miufa! O autocarro atrasou-se mas lá chegou… Neste autocarro aprendi como é que se dorme num autocarro a noite toda. Experimentem expulsar o vizinho do lado depois deitem-se todos estendidos com as pernocas no outro banco. Isso mesmo, a impedir a passagem a toda a gente. Não se preocupem, eles passam por cima de vocês se precisarem de ir à casinha! É uma noite santa!
Chegados a Mission, reparámos que o nosso “resort” ficava bem longe. Tínhamos duas opções; ir pela estrada acompanhados por 40º graus de temperatura, ou, então ir pela praia e passar por um canal com crocodilos de água salgada (os piores). Para ajudar à festa, um suíço indicou-nos que devíamos ir no sentido ao contrário. Eu não sei ler mapas mas vi logo que aquilo não era uma boa dica. Fomos teimosos, e metemo-nos estrada fora para evitar o canal. Passados 10 minutos de uma penosa caminhada, aparece o suíço a desfazer-se em desculpas e a oferecer-nos uma boleia para o nosso destino. Foi o melhor que nos podia ter acontecido naquele momento. A partir desse dia ficamos de abraço com o suíço e cada vez que o víamos fazíamos-lhe uma grande festa.
Em Mission não se passa grande coisa, mas por alguma razão aparece em todas as revistas de viagens… a praia é inacreditável! Não é uma praia de areia branca e palmeiras e água transparente mas, sim uma praia LINDA, selvagem, forte… a areia é dourada, o mar revolto e é contornada por uma vegetação que faz lembrar a selva. Impressionante!
De partida para Cairns e a Grande Barreira de Corais fomos avisados que estaria muito mau tempo por lá e que a visita à barreira seria praticamente impossível por razões climatéricas. Ficámos mais do que desiludidos, tínhamos feito milhares de quilómetros para chegar ali, para ver algo que tão cedo não estará novamente ao nosso alcance… morremos na praia… mas pior, é que com isso não marcámos nenhuma vista e no dia seguinte tínhamos um dia magnífico para snorkelling. Foi injusto!!! Foi mesmo… até hoje não me consigo resignar!
No dia seguinte, já com a prometida tempestade tropical voltámos para Sydney….

10 comentários:

Noivo disse...

as férias são mesmo assim:)

Francis disse...

caneco pá...
shit happens mate.

de regresso a sidney ? já acabou ?

tavguinu disse...

olha e já cá estás :-(

iFrancisca disse...

Noivo:

São assim.. e acabam!
Beijocas

iFrancisca disse...

Francis:

Regessei a Sydney para mais dois dias e voltei :(
Beijocas

iFrancisca disse...

Tav:

Infelizmente sim.. mas estou a tratar do visto por um ano! :-P
Beijos

Ana disse...

Vim deixar-te uma beijoca e ver se consigo um tempinho para por toda esta leitura em dia. Estou curiosa!!

Bjocas

Margarida Nobre disse...

A amizade com o Suiço podia dar jeito para ir agora para a neve...ele tem algum chalêt nos Alpes???
Grandes aventuras...eu terei que fazer uma viagem mais calma...a idade já não permite dormir com baratas...ehehe
Já viu as minhas fotos de Veneza??
Beijocas

iFrancisca disse...

Ana:

Vês quando te der jeito... pensavamos que ia haver mais aventura mas correu tudo bem demais..
Beijocas e obrigada pela visita

iFrancisca disse...

Margarida:

Infelizmente, o suiço estava por tempo indeterminado na Austrália. Mas temos casa na Suiça, complicadas estão mesmo as contas...
As fotos de Veneza ainda não vi mas vou já para lá!
Beijocas